CSN: Sem acordo salarial, podem acontecer paralisações na Usina Ago 2

21/08/2018

Representantes da CSN e do Sindicato dos Metalúrgicos decidiram ampliar a data-base da categoria para 31 de agosto. Assim, o acordo coletiva da empresa precisa sair até esse período. O entendimento ocorreu na última reunião entre a empresa e o órgão sindical que aconteceu na terça-feira, dia 13

“O sindicato mobiliza a categoria para uma agenda de mobilização que envolverá paralisações momentâneas dentro e fora da UPV, boicotes, apitaço e greve, entre outras ações para que a CSN valorize e trate com dignidade os seus funcionários”, divulgou o sindicato, no boletim do órgão.

Na última reunião, que aconteceu nesta semana, a CSN apresentou uma nova proposta que ofereceu reajuste salarial 1,69% (INPC) – confira a proposta completa abaixo. A direção do sindicato recusou, na mesma hora, por entender que não atende aos anseios dos metalúrgicos.

VR: Rodoviários vão decidir na quarta se entrarão em greve Ago 21, 20

21/08/2018

Na próxima quarta-feira (22), os rodoviários de Volta Redonda e região farão uma assembleia para decidir se aceita a proposta do Sindpass (Sindicato Patronal) ou começa o movimento grevista. O encontro acontecerá na sede do Sindicato dos Trabalhadores e a proposta que será colocada em votação será de 2% de reajuste salarial. Esse mesmo valor tinha sido recusada na mesa de negociação.

Caso seja deliberado a greve, o sindicato dos trabalhadores terá que avisar os órgãos municipais, as empresas de ônibus e a população com antecedência de pelo menos 72 horas, segundo determina a legislação trabalhista.

Faltando dez dias para o pagamento dos funcionários públicos, a prefei

21/08/2018

O governo de Volta Redonda teve nesta segunda-feira (20) todo orçamento bloqueado pela Tribunal de Justiça (TJ). O bloqueio se deve a uma dívida de R$ 105 milhões de precatório com fornecedores da cidade. A informação foi confirmada pelo prefeito Samuca Silva durante a entrevista no programa Fato Popular. Desta maneira, faltando apenas dez dias para o pagamento dos funcionários públicos, a prefeitura não tem recursos para quitar a folha de agosto.

O chefe do executivo terá um reunião nesta terça-feira (21), no Rio de Janeiro, com o TJ e com o Banco do Brasil – no qual prefeitura tenta conseguir um empréstimo. Segundo o prefeito, hoje a prefeitura deve R$ 42 milhões de dívidas trabalhistas (precatórios do TRT); R$ 105 milhões com fornecedores (precatórios do TJ), R$ 35 milhões com Light e R$ 20 milhões em processos de desapropriação, além de outras dívidas ainda não contabilizadas. “No total são R$ 700 milhões”, disse Samuca Silva.

“A arrecadação está muito ruim. Teremos que cancelar alguns eventos e realizar parceria público e privado (PPP) em alguns setores da prefeitura como no Estádio (da Cidadania)”, disse Samuca Silva. Ele, porém, disse que não há possibilidade de privatização do Saae de Volta Redonda.

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


VIRTUAL LOCUTOR

ANTENA JOVEM

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

A - HA

THE LIVING DAYLIGHTS

02.

03.

04.

05.

Anunciantes