Faltando dez dias para o pagamento dos funcionários públicos, a prefei

21/08/2018

O governo de Volta Redonda teve nesta segunda-feira (20) todo orçamento bloqueado pela Tribunal de Justiça (TJ). O bloqueio se deve a uma dívida de R$ 105 milhões de precatório com fornecedores da cidade. A informação foi confirmada pelo prefeito Samuca Silva durante a entrevista no programa Fato Popular. Desta maneira, faltando apenas dez dias para o pagamento dos funcionários públicos, a prefeitura não tem recursos para quitar a folha de agosto.

O chefe do executivo terá um reunião nesta terça-feira (21), no Rio de Janeiro, com o TJ e com o Banco do Brasil – no qual prefeitura tenta conseguir um empréstimo. Segundo o prefeito, hoje a prefeitura deve R$ 42 milhões de dívidas trabalhistas (precatórios do TRT); R$ 105 milhões com fornecedores (precatórios do TJ), R$ 35 milhões com Light e R$ 20 milhões em processos de desapropriação, além de outras dívidas ainda não contabilizadas. “No total são R$ 700 milhões”, disse Samuca Silva.

“A arrecadação está muito ruim. Teremos que cancelar alguns eventos e realizar parceria público e privado (PPP) em alguns setores da prefeitura como no Estádio (da Cidadania)”, disse Samuca Silva. Ele, porém, disse que não há possibilidade de privatização do Saae de Volta Redonda.

0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


VIRTUAL LOCUTOR

ANTENA JOVEM

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

A - HA

THE LIVING DAYLIGHTS

02.

03.

04.

05.

Anunciantes